segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Resenha do Filme a Ultima Fortaleza

Tratava-se de um castelo denominado a Ultima Fortaleza, onde eram confinados presos militares das forças armadas, os quais viviam em condições sub-humanas, sob rigorosas ordens de um Coronel das Forças Armadas Americana, o qual era o diretor.
Dentre os confinados (presos) havia um General das Forças Armadas Americana, o qual foi preso por um erro decisório em serviço. Podemos observar que ao chegar no presídio o General passou a visualizar a situação do mesmo, sendo constatado por ele uma série de irregularidades imposta pelo então diretor do Presídio, o Coronel.
Com isso passou a traçar um objetivo, utilizando o próprio sistema, a fim de derrubar o diretor do presídio, onde passou a se comunicar com os demais detentos de forma que veio a conquistar a confiança dos mesmos, os quais passaram a trabalhar em conjunto para alcançar este objetivo.
Com o seu conhecimento e liderança passa a manipular de forma positiva, tanto que encoraja os demais detentos a travarem uma batalha, mesmo com incompatibilidade de armamento. Neste momento o Diretor passa a perder o Comando do seu presídio, passando o General a demonstrar sua capacidade de liderança, vindo a conquistar até mesmo a Guarda do presídio, quando essa guarda recebe ordem do então Diretor e as deixa de cumprir, tendo com isso um êxito no que diz respeito ao principal objetivo (derrubada do Diretor).
Podemos concluir que neste filme foi observada a diferença entre autoridade constituida e liderança, onde a autoridade é a função de confiança que o Diretor do Presidio exercia de forma autoritaria e abusiva. Já a liderança é um poder de coesão, independentemente de ser autoridade, pois a mesma é desenvolvida de forma nata e aperfeiçoada com conhecimentos adquiridos ao longo da vida, a qual foi desenvolvida pelo General.

2 comentários:

  1. Ainda bem que continuará, pois até agora não disse para o que veio...

    ResponderExcluir
  2. esse filme é maravilhoso, veio e mostrou para que veio.
    mostra a diferença entre liderança e autoridade e ainda o amor , o patriotismo que os americanos têm sem igual.

    ResponderExcluir